Um experimento

Eu decidi deixar de seguir todo mundo no Facebook.

Começou com aquelas amizades que defendem causas facistas e preconceituosas. Mas acabou se estendendo a todos os meus amigos. Não é nada pessoal, é um experimento.

Graças a este link (que descobri por acaso), foi possível fazer a faxina necessária para que eu seguisse apenas páginas. Antes de descobrir este atalho, eu estava retirando um a um os contatos da minha newsfeed.

Já faz alguns dias que fiz a limpeza total e agora só vejo publicações de páginas quando abro o Facebook.

A ideia é verificar o quanto de notícias eu consigo consumir por esta plataforma e qual a variedade de coisas que aparecem no meu feed, já que são centenas de likes em páginas que eu já dei ao longo dos anos usando o FB.

Com poucos dias de experimento já posso dizer que a plataforma ficou mais bacana. Não é porque meus amigos publicavam porcaria, mas é que agora eu vejo mais conteúdo de empreendimentos que vivem de conteúdo. Quando eu seguia meus amigos, raramente uma publicação de página aparecia em meu newsfeed sem que fosse compartilhada por um ou mais contatos. Agora que não sigo mais meus contatos, o Facebook tem que montar minha newsfeed a partir das coisas que curto. Então ele me mostra publicações de páginas.

É uma maneira de ver um outro lado da coisa. O lado do consumo de notícias pelas mídias sociais sem que as notícias cheguem por meio de meus contatos (sabe a história da “bolha”? Esta é uma maneira empírica e um tanto quanto suja de minimizar o efeito).

Como disse, tem sido bacana. A descoberta de coisas legais aumentou e a lista de leituras cresce. Até agora tem valido a pena.

1 comment on “Um experimentoAdd yours →

  1. Eu devo seguir menos de 20% dos “amigos”, os que compartilham coisas interessantes. Então essa sua experiência deve ser parecida com a minha.

    Lembrando que também dá pra criar listas separadas para páginas e amigos. As listas são last-in-first-out e não obedecem o algoritmo do facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *