Você anda fazendo bom uso da rede?

Achei em uns antigos backups aqui no escritório um cd com minhas colunas para a revista WWW. Escrevi estas colunas nos anos de 2005 e 2006. Como elas ainda não estavam disponíveis para os leitores do blog, resolvi colocá-las aqui aos poucos. O que replicarei no blog é o texto bruto, enviado para os editores da revista. Os textos podem estar antigos e, ainda, terem erros. Conto com vossa compreensão. Boa leitura!

Coluna publicada na revista WWW no dia 1 de abril de 2005

Você anda fazendo bom uso da rede?

Em primeiro lugar, é importante dizer o prazer que é estrear esta coluna aqui na W. Neste espaço eu pretendo usar com primor a chance que me foi dada pela revista compartilhando conhecimento com todos vocês, leitores, acerca do bom uso da rede.

Mas antes que vocês me achem o rei da petulância, é legal esclarecer o que é “fazer bom uso da rede”.

Fazer bom uso da rede é algo bastante simples. Seja você usuário, empreendedor ou desenvolvedor, a ferramenta a usar se chama bom senso. E não pense que as aplicações do bom uso da rede tratam apenas de questões abstratas, utópicas e filosóficas só porque eu falei do bom senso. O bom uso da rede tem tantas aplicações práticas quanto o princípio “osssso” (o segredo do sucesso é saber segurar a onda); mas isso é assunto para uma próxima coluna. Por enquanto, vamos nos ater ao bom uso da rede e suas aplicações.

No comércio e nas estratégias de atuação mercadológica na web, fazer bom uso da rede é entender que não há nada de novo na dita “nova economia”; as relações de consumo continuam as mesmas, embora produto, processo ou agentes possam ter sofrido algumas modificações. É compreender que a web pode ser muito boa para seus negócios, mas não é a galinha dos ovos de ouro. É perceber que não há sucesso sem investimento e planejamento; e que o consumidor, na web, tem um comportamento ativo – ele busca aquilo que lhe interessa – diferente dos meios offline onde tudo lhe é enfiado goela abaixo sem ter muitas opções de escolha. E isso é importantíssimo para os seus negócios, tanto na rede quanto fora dela.

No ponto de vista de quem contrata uma equipe de desenvolvimento, fazer bom uso da rede é compreender que um website de sucesso é aquele que resolve os problemas de quem o acessa, e não necessariamente aquele que “faz barulhinho” ou que tem as animações mais engraçadinhas e usa todos os recursos da mais nova tecnologia – normalmente aquela cujos plugins só a equipe que desenvolveu o website têm.

No desenvolvimento e gestão de projetos web, fazer bom uso da rede é lembrar que o usuário é alguém como você, que pode (ou não) conhecer todos os recursos tecnológicos usados no website que sua equipe desenvolveu, mas ainda assim precisa que você o respeite, sendo claro e honesto com ele; oferecendo uma solução web eficiente e relevante. É usar corretamente as potencialidades da rede; lembrando que a interatividade não é um fim, mas sim um meio para que algo aconteça. É se preocupar em oferecer conteúdo, serviços e produtos relevantes e interessantes para aqueles que acessam o website; lembrando que nenhuma solução web vem – e nem precisa vir – com um manual de instruções. É perceber que o verdadeiro desafio da criação é, mesmo com todas estas limitações, oferecer algo verdadeiramente interessante.

Já do lado do usuário, fazer bom uso da rede é pensar, com uma postura defensiva e reflexiva “será que eu realmente preciso abrir este anexo que veio em uma mensagem de alguém que nem conheço?” Ou então, tomar uma atitude mais reativa e participativa, do tipo “será que o problema de eu não conseguir achar o que procuro neste site é realmente culpa minha e por isso devo ficar calado? Não! Eu preciso alertar esta empresa… mas onde está o link para isso neste website tão confuso?”. É também refletir um pouco antes de enviar aquele anexo de dois mega por e-mail a todos os seus 247 contatos.

Bem, já deu para perceber que a lista de ações que caracterizam o bom uso da rede é virtualmente infinita, não é? Há muito mais além do que foi escrito nestas poucas linhas acima e, certamente, não se trata de nada muito complicado de fazer. Basta usar o bom senso.

E então, você anda fazendo bom uso da rede?

0 comments on “Você anda fazendo bom uso da rede?Add yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *